Início > Requisitos de rede e do sistema > Requisitos de rede > Avaliação da capacidade de rede e largura de banda da RingCentral

Avaliação da capacidade de rede e largura de banda
da RingCentral

Índice

1. Introdução

Para o correto funcionamento dos serviços de comunicações unificadas, a RingCentral exige a alocação de capacidade suficiente para as ligações de rede públicas à Internet e CloudConnect privadas. Este artigo fornece diretrizes sobre como calcular a largura de banda e avaliar a capacidade em ligações de rede para permitir o correto funcionamento dos pontos finais em diferentes casos de utilização.

2. Avaliação da capacidade de rede e largura de banda

A Tabela 1 fornece um exemplo do cálculo de largura de banda para uma única instalação da empresa. Podem ser utilizados dois métodos para obter dados para a tabela. Uma abordagem consiste em determinar o número de pontos finais implementados, o respetivo tipo e a carga de tráfego de pico de registos ou dados de rede extraídos de um sistema de voz/vídeo antigo ainda implementado. 
 
Em alternativa, as informações podem ser extraídas do site de administração do portal do website de serviços RingCentral. Estes dados podem ser inseridos nas colunas da tabela. A tabela deve ser utilizada como se segue: 
  • Normalmente, os utilizadores utilizam um ponto final (telefone ou aplicação) de cada vez. Estes pontos finais não devem ser contados duas vezes na coluna Número de pontos finais.
  • A coluna Espaço para crescimento indica quantos pontos finais extra podem ser ativados após a implementação inicial dos serviços de comunicações unificadas RingCentral. É útil ter este número em consideração no cálculo para garantir a disponibilidade de capacidade de rede para acomodar o crescimento da empresa ou as fusões de empresas.
  • O Fator de utilização simultânea (SUF), um número entre 0 e 1, indica o número máximo de pontos finais utilizados em simultâneo. Na implementação do centro de contacto de voz, este número deve ser definido como 1 para os pontos finais envolvidos, que podem ser um subconjunto de toda a população de pontos finais da instalação da empresa. Consequentemente, pode ser necessário acrescentar linhas à tabela para acomodar diferentes casos de utilização de pontos finais.
  • Uma vez que a largura de banda utilizada para videochamadas é muito superior à utilizada para chamadas de voz, o SUF deve ser cuidadosamente selecionado de modo a garantir que a capacidade de ligação de rede local e alargada é suficiente em todos os casos de utilização. Como exemplo, o SUF para vídeo deve ser definido como 1 nas empresas com um pequeno número de utilizadores, onde a largura de banda total produzida é determinada, principalmente, por videochamadas.
  • A largura de banda por tipo de ponto final é obtida a partir das tabelas de largura de banda (Secção 5) e é indicada em Mbps (em vez de Kbps). Para chamadas de voz e videochamadas, os codecs são selecionados dinamicamente com base na prioridade, na negociação de ponto final e no cenário de chamada. Para chamadas de voz, a largura de banda máxima de 0,1 Mbps é sempre introduzida na tabela para assegurar que as necessidades de capacidade estão corretamente orçamentadas para sinalização e para todos os tipos de codec de voz que possam ser utilizados. Para videochamadas, a largura de banda máxima é introduzida quando os números de transmissão e receção de largura de banda são diferentes.
  • A Largura de banda total do tipo de ponto final (ETTBW) na última coluna é calculada a partir da combinação dos números em cada linha.
  • A Largura de banda total do tipo de ponto final (ETT-RC-BW) para videochamadas é calculada como:

ETT-RC-BW = [(Número de pontos finais) + (Espaço de crescimento)] x (Fator de utilização simultânea) x (Largura de banda por ponto final)

  • A Largura de banda total da instalação produzida pelo tráfego RingCentral, TS-RC-BW, é calculada como a soma dos números de largura de banda total de todos os tipos de ponto final.
  • A TS-RC-BW (Mbps) calculada deve ser garantida em cada direção de tráfego de/para a empresa, tanto na rede local da instalação da empresa como na rede alargada que faz a ligação aos serviços de comunicações unificadas RingCentral.
Uma ligação WAN empresarial pode ser partilhada para a RingCentral e o tráfego de dados. Neste caso, a largura de banda para o tráfego de dados, TS-DATA-BW, tem de ser adicionada ao número da TS-RC-BW para obter a largura de banda total da instalação. A TS-DATA-BW deve ser determinada durante um tempo ocupado e incluir espaço para picos de dados e crescimento.
 
A seguinte condição de capacidade tem de ser cumprida para garantir que a capacidade da ligação WAN é suficiente para transportar o tráfego de comunicações unificadas RingCentral:

(TS-RC-BW + TS-DATA-BW) < (Capacidade da ligação WAN fornecida pelas instalações da empresa)

Se esta condição não for cumprida, a capacidade da ligação WAN terá de ser aumentada. A capacidade fornecida é a capacidade disponível na ligação WAN ligada às instalações da empresa. Esta pode ser diferente da capacidade da ligação física. Como exemplo, uma ligação WAN de fibra de 1 Gbps pode estar a ligar à empresa, mas uma capacidade de porta de apenas 100 Mbps pode ser fornecida na realidade.
 
Para evitar problemas na qualidade de serviço, é boa prática monitorizar a largura de banda utilizada a) em cada ligação de rede em cada instalação da empresa e b) na porta da operadora que faz a ligação ao RingCentral CloudConnect e adicionar proativamente capacidade de rede conforme necessário.
Tabela 1. Largura de banda de transmissão e receção para empresas com uma única instalação

Categoria do ponto final

Caso de utilização

Número de pontos finais

Espaço para crescimento

Fator de utilização simultânea

Largura de banda por tipo de ponto final (Mbps)

Largura de banda total do tipo de ponto final (Mbps)

Telefones fixos e softphones

Hardphone

100

0

0,5

0,1

5

Hardphone — vídeo

2

0

1

0,65

1,3

Alta-voz

5

0

0,25

0,1

0,125

Softphone

20

0

1

0,1

2

Telemóvel em Wi-Fi

3

0

1

0,1

3

RingCentral Video

Videoconferência de grupo

5

0

1

4,6

23

Videochamada de 2 partes

10

0

1

2,05

20,5

Chamada de conferência de grupo apenas com áudio

4

0

1

0,1

0,4

RingCentral Meetings

Videoconferência de grupo

5

0

1

2

10

Videochamada HD de 2 partes

10

0

1

2

20

Videochamada HQ de 2 partes

10

0

1

0,6

6

Conferência de grupo apenas com áudio

4

0

0,1

0,1

0,04

RingCentral Rooms

Ecrã triplo

2

0

1

6

12

Ecrã duplo

4

0

1

4

16

Ecrã único

1

0

1

3

3

RingCentral Room Connector

Ecrã triplo

4

0

1

6

24

Ecrã duplo

6

0

1

4

24

Ecrã único

1

0

1

3

3

 

TS-RC-BW (Mbps) = 169,725

3. Cenários de implementação

Outros cenários de implementação que devem ser tidos em consideração para a avaliação da largura de banda e da capacidade de rede são:
  • Instalações da empresa apenas com ligação de Internet: se uma empresa utilizar apenas ligações de Internet para tirar partido dos serviços de comunicações unificadas da RingCentral, é necessário garantir que todas as ligações de Internet da empresa têm capacidade suficiente em condições de funcionamento normal e de ativação pós-falha. Se uma ligação de Internet primária ou de ativação pós-falha for partilhada para tráfego de dados da empresa, isto deve ser considerado na estimativa de capacidade.
  • Utilizadores de escritório em casa só com Internet: os pontos finais dos utilizadores que trabalham sempre em casa não devem ser incluídos no cálculo da instalação da empresa para a Tabela 1 quando utilizam uma ligação de Internet para se ligarem diretamente aos serviços de comunicações unificadas RingCentral.
  • Utilizadores de escritório em casa com VPN: algumas empresas exigem a configuração de uma ligação de rede privada virtual para a instalação da empresa antes que qualquer aplicação, incluindo os pontos finais de softphone RingCentral, possa ser utilizada. Estes pontos finais devem ser incluídos no cálculo da Tabela 1.
  • CloudConnect: a RingCentral oferece o CloudConnect como uma interface de rede privada para ligar instalações de empresas à nuvem de comunicação unificada. Deve-se garantir que as portas de rede privada em todas as instalações da empresa e nas ligações do provedor de serviços de rede para a interface do RingCentral CloudConnect têm capacidade suficiente em funcionamento normal e após a ativação pós-falha para outra interface CloudConnect e a Internet.
  • Licença de suplemento: o cálculo da largura de banda do RingCentral Video/Meetings deve prever a licença do suplemento RingCentral MVP Edition e Meeting, uma vez que tem um impacto significativo na largura de banda que tem de ser suportada pela rede LAN e pela ligação WAN. Por exemplo, com um suplemento Large Meeting, é possível que até 200 pessoas participem em simultâneo numa sessão do RingCentral Meetings através de vídeo, e várias destas sessões podem ser criadas simultaneamente. O Fator de utilização simultânea deve ser ajustado de acordo com os casos de utilização esperados.
  • Webinar: as empresas podem organizar reuniões em toda a empresa durante as quais cada participante utiliza o seu próprio ponto final de vídeo. Neste caso, a largura de banda gerada é maximizada em todas as ligações de rede da empresa. Todos os cenários previamente indicados devem ter capacidade suficiente para lidar com este caso, tanto em funcionamento normal como em condições de ativação pós-falha. Quando a capacidade de rede disponível é insuficiente, todos os utilizadores nas instalações da empresa podem registar uma descida na qualidade de voz e de vídeo.

4. Visão geral da largura de banda

As secções seguintes resumem a largura de banda produzida e consumida por cada tipo de ponto final RingCentral dedicado ou subfuncionalidade num ponto final. 
 
O primeiro é o caso dos telefones fixos normais. O último é o caso da aplicação RingCentral MVP, que contêm funcionalidades de telefone e de vídeo.
  • A Tabela 2 indica os números da largura de banda para o tráfego de voz recebido e transmitido a partir de softphones e hardphones. A utilização total da largura de banda varia de acordo com os pontos finais do utilizador atribuídos à sua empresa e o tipo de codec utilizado.
  • As tabelas 3, 4 e 5 indicam os números da largura de banda para o tráfego de receção e transmissão de pontos finais de videoconferência RingCentral. A utilização total da largura de banda varia de acordo com a plataforma, as definições e os pontos finais dos utilizadores (participantes) numa conferência. Aceda a https://www.ringcentral.com/office/plansandpricing.html e a “Audioconferência ilimitada” e “Videoconferência e participantes” para ver o número máximo de participantes por plano para as audioconferências e videoconferências.
É altamente recomendável que a Capacidade da largura de banda seja medida. Isto vai ajudar a determinar o número máximo de chamadas RingCentral VoIP simultâneas que podem ser suportadas numa ligação de banda larga. Para obter melhores resultados, efetue este teste quando a ligação estiver inativa (isto é, quando a Internet não estiver a ser utilizada por outro utilizador ou aplicação).

4.1 Hardphones e componentes de aplicação VoIP

Os números de largura de banda de ponto final na Tabela 2 incluem o empacotamento e o enquadramento de Ethernet. O codec utilizado para uma determinada chamada depende do tipo de ponto final, das preferências de codec aplicadas a nível administrativo na nuvem RingCentral e do tipo de codec negociado dinamicamente. 
Tabela 2 — Telefone fixo, de conferência e sem fios RingCentral e aplicação VoIP — Largura de banda de transmissão e receção

Ponto final

Codec

Largura de banda de transmissão e receção (Kbps)

Telefone fixo e telefone de conferência IP

G.711

87

G.729

31

G.722

87

Opus

60–80

Vídeo*

616

Componente de aplicação VoIP para telefone fixo ou móvel

Opus

60–80

* Em alguns níveis de conta, são suportadas videochamadas de extensão para extensão entre 2 partes para Polycom VVX 601/600 e 501/500 com câmaras amovíveis. Trata-se de uma funcionalidade por subscrição, que tem de ser ativada pela Administração RingCentral. Uma videochamada pode ser ativada unidirecionalmente ou em ambas as direções da chamada.

4.2 RingCentral Video

A Tabela 3 resume os números de largura de banda para o tráfego de receção e transmissão do RingCentral Video de um ponto final. Como indicado, os números dependem do caso de utilização e indicam a largura de banda máxima que pode ocorrer.

Tabela 3 — RingCentral Video — Largura de banda de transmissão e receção

Caso de utilização

Largura de banda de transmissão (Kbps)

Largura de banda de receção (Kbps)

Videoconferência de grupo (>10 participantes)

1750

4000

Videoconferência de grupo (3–10 participantes)

2250

6100

Videochamada de 2 partes  

3550

2090

Chamada de conferência de grupo apenas com áudio

70–100

70–100

4.3 RingCentral Video e Rooms

A Tabela 4 indica os números de largura de banda para o tráfego de receção e transmissão do RingCentral Video (RCV). Como indicado, os números dependem do caso de utilização. 

Tabela 4 —RingCentral Video — Largura de banda de transmissão e receção

Caso de utilização

Painel de início de sessão do Meetings e configuração do painel de início de sessão

Largura de banda de transmissão (Kbps)

Largura de banda de receção (Kbps)

Videochamada HQ de grupo

Definições, Vídeo, Captura de vídeo HD não verificada

600

2000

Videochamada HD de duas partes

Definições, Vídeo, Captura de vídeo HD verificada

2000

2000

Videochamada HQ de duas partes

Definições, Vídeo, Captura de vídeo HD não verificada

600

600

Conferência de grupo apenas com áudio

Entrar sem vídeo no RingCentral Meeting

60–80

60–80

A Tabela 5 indica os números de largura de banda para o tráfego de receção e transmissão do RingCentral Video Rooms. As larguras de banda de transmissão e receção dependem do caso de utilização. A largura de banda de receção para funcionamento de vídeo depende do número de ecrãs. A largura de banda de transmissão é sempre 2 Mbps, porque apenas é utilizada uma câmara.

Tabela 5 — RingCentral Rooms — Largura de banda de transmissão e receção

Caso de utilização

Largura de banda de transmissão (Kbps)

Largura de banda de receção (Kbps)

Ecrã triplo

2000

6000

Ecrã duplo

2000

4000

Ecrã único

2000

2000

Apenas partilha de ecrã

150–300

150–300

Apenas áudio

60–80

60–80

© 1999-2022 RingCentral, Inc. Todos os direitos reservados.
Close X
Thanks!
We've sent you a link, please check your phone!
Please allow a full minute between phone number submissions.
There was an issue with SMS sending. Please try again. If the issue persists, please contact support.